O presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Calçados e de Vestuários de Farroupilha, Álvaro David Boessio, em entrevista à Spaço FM, fez uma avaliação sobre o momento atual da entidade devido às mudanças na lei trabalhista, que atinge também a classe sindical.

Ele lamentou que em Farroupilha alguns escritórios de contabilidade, advogados que não são sindicalistas e departamentos de Recursos Humanos (RH) dentro das empresas, estão fazendo a cabeça dos empresários e dos trabalhadores para que não autorizem a contribuição sindical e isso pode comprometer o futuro do sindicato. “Tem em Farroupilha um movimento para não contribuírem mais com o sindicato”, comentou.

Boessio alertou que, se o sindicato deixar de existir, quem perde são os trabalhadores, pois não terão mais uma entidade que lutará por seus direitos. O presidente também atualizou informações sobre o número de associados em Farroupilha e sobre a situação do setor calçadista no município.

Confira no áudio abaixo

Deixe o seu comentário!