O padre José Mussoi, responsável pela Paróquia Jesus Bom Pastor de Farroupilha, em entrevista à Spaço FM, criticou a chamada 'grande mídia', que segundo ele, enaltece a notícia com a morte de uma pessoa pelo coronavírus, apavorando demais a humanidade sem saber ao certo o que antes estava acontecendo com o paciente.

O religioso não comunga da palavra 'pandemia', pois considera uma terminologia comunista e pesada para a comunidade. Ele justificou que a vida não está sendo valorizada, mas sim a tragédia, a morte das pessoas e o aumento de casos de infectados pela covid-19.

Padre Mussoi acredita que há interesses econômicos, políticos e sociais por trás da pandemia e que o vírus foi criado em laboratório para ser jogado à população mundial. "Isso não é uma obra de Deus”, ressaltou.

O pároco entende que o vírus existe e que o caso requer responsabilidade dos órgãos competentes, mas não deve ser tratado como algo para apavorar as pessoas. "Deu a impressão claríssima de que veio o coronavírus e deu o milagre no Brasil. As pessoas morrem só de coronavírus, outras doenças não existem”, questionou.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!