O ex-vice-prefeito de Caxias do Sul e servidor público federal lotado na Justiça do Trabalho, Ricardo Fabris de Abreu, participou do Fim de Expediente desta quinta-feira, 3, e rebateu as críticas feitas aos servidores públicos.

Fabris destacou que com a pandemia o trabalho da sua repartição está sendo realizado de forma remota. Assim, os servidores mantiveram praticamente todos os serviços, a não ser as audiências com testemunhas, que até o momento não estão sendo realizadas. “Dizer que eu não estou trabalhando e colegas não estão é ofensivo”, declarou. Para o servidor este assunto deve ser debatido com fundamento e não jogar as palavras ao vento.

Durante sua manifestação, ele também comentou sobre a questão da reforma administrativa do governo federal. Este projeto que tramita na Câmara Federal não irá alterar ou diminuir os benefícios dos parlamentares, promotores e juízes. “Este assunto tem que ser discutido de forma séria, não pode ser no achismo, não pode ser de forma rasa, não pode ser de forma caricata, não pode ser com preconceito”, pontuou.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!