O prefeito de Farroupilha, Pedro Pedrozo (PSB) fará um decreto com restrições e normas sanitárias mais rígidas para combater a covid-19 no município. A decisão foi tomada em uma reunião do prefeito com entidades, no Sindilojas, na manhã desta quarta-feira, 24, que teve o objetivo de criar um pacto para evitar um possível retorno da cidade à bandeira vermelha.

Na reunião, a secretária da Saúde, Vanessa Zardo apresentou os números do coronavírus, após o pronunciamento inicial do gestor municipal e do presidente do Sindilojas, Sérgio Rossi.

Entre as propostas discutidas pelas lideranças estão a possibilidade de apenas uma pessoa por famílias fazer compras em geral, salvo acompanhantes de idosos e crianças com deficiências, com exceção de serviços de saúde, toque de recolher de segunda a sexta-feira, das 22h às 4h, o fechamento total nos sábados a partir das 17h, exceto restaurantes que poderiam funcionar até as 22h. Já nos domingos os estabelecimentos apenas trabalhariam através de tele-entrega.

Outra ideia debatida é ampliar horário de atendimento de bancos e lotéricas das 8h às 17h e ainda agendando atendimentos. Esse segmento também deveria disponibilizar funcionário para controlar as filas. Além disso, as pessoas poderão ser multadas em caso de descumprimento das medidas contidas no decreto, inclusive com autuações para aqueles que não usarem máscaras. As restrições e normas aprovadas no encontro serão colocadas no decreto que deverá ser emitido nesta quarta.

Durante o programa Spaço Rádio Jornal o prefeito e a secretária da Saúde Vanessa Zardo comentaram sobre a reunião.

OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA

Ouça a entrevista concedida por Pedrozo após a reunião no áudio abaixo.

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!