Todas as regiões do Rio Grande do Sul ficaram em bandeira vermelha desde o início da pandemia em rodada preliminar do distanciamento controlado anunciada nesta sexta-feira, 27.

Nesta quinta-feira 26, o estado chegou a 1.183 pacientes hospitalizados por conta do coronavírus e a 775 pessoas internadas em leitos de UTI. Com a manutenção do total de leitos e o aumento de 13% nos pacientes confirmados com covid-19 internados em UTI, houve nova redução de leitos livres, chegando ao menor nível desde o início do Distanciamento Controlado: 0,67.

A situação piorou significativamente no último mês. De 30 de outubro a 26 de novembro os indicadores apontam elevação de 26% (de 830 para 1.047) no número de hospitalizações confirmadas pela doença e aumento de 30% (de 712 para 928) de internados em UTI por síndrome respiratória aguda grave (srag).

Além disso, o número de internados em leitos clínicos com coronavírus cresceu 54% (de 768 para 1.183) e o número de óbitos subiu 31%, de 211 para 276.

O mapa mais avermelhado já visto foi o preliminar da 15ª rodada, que apresentou 16 regiões com risco alto. Após argumentos, o mapa definitivo vigente entre os dias 18 e 24 de agosto trouxe 14 regiões em vermelho. As regiões podem enviar recursos ao governo e o mapa definitivo começa a valer a partir desta terça-feira, 1º de dezembro.

Deixe o seu comentário!