Três novos possíveis casos de coronavírus estão sendo monitorados em Farroupilha. Conforme o secretário interino da Saúde e coordenador do Comitê de Atenção ao Coronavírus, Davi de Almeida, são duas mulheres e um homem, sendo que uma das mulheres estava na Europa e a outra nos Estados Unidos. O homem estava em São Paulo e retornou a Farroupilha com os sintomas da doença.

Os exames coletados são os primeiros realizados pelos pacientes, pois nenhum deles havia feito anteriormente e foram encaminhados nesta sexta-feira, 13, ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) e dentro de sete dias deverá ser divulgado o resultado oficial. 

No final de fevereiro, dois casos suspeitos foram descartados no município, quando dois homens que retornaram da Itália apresentaram os sintomas da gripe.

Durante o Spaço Rádio Jornal deste sábado, 14, o secretário e o prefeito em exercício Pedro Pedrozo ampliaram informações sobre a criação do Comitê de Atenção ao Coronavírus, onde várias entidades de classe e órgãos de saúde estão envolvidos e solicitaram o engajamento da comunidade na prevenção e cuidados com a doença.

O prefeito salientou que o grupo será uma rede de informação para comunicar de forma uníssona a população. “O trabalho é pela prevenção. Precisamos evitar que o vírus seja disseminado no nosso município. Neste momento, nosso lema é prevenção em massa”, destacou.

O secretário ressaltou que a vacinação contra a gripe H1N1 inicia dia 23 com os idosos e o restante do público-alvo virá na sequência. A campanha da vacinação tem previsão de encerramento em maio.

Essa entrevista está em nosso canal do Youtube e Facebook Radio Spaço FM

Confira a entrevista na íntegra no áudio abaixo

PREVENÇÃO

  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • Lavar as mãos frequentemente, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;

A Secretaria de Saúde está à disposição para esclarecimento através do telefone (54) 3261-1094.

Áudios

Deixe o seu comentário!