O prefeito Claiton Gonçalves (PDT) usou um termo nada usual para definir a relação de Farroupilha com a Companhia Rio-grandense de Saneamento (Corsan). Ele explicou que a relacionamento do município com a companhia poder ser comparado com uma prostituta, pois as pessoas pagam o serviço e a Corsan não cumpre o que está em contrato. Por mais que a papulação pague, a água não é dos farroupilhenses. “Essa relação prostituta é ruim para nós, piora a nossa autoestima”, destacou.

A prefeitura realizará audiênciais públicas nos bairros de Farroupilha a partir de 21 de dezembro para discutir sobre o problema e saber como os usuários têm recebido o abastecimento e a qualidade de água em suas casas. O primeiro bairro a receber o encontro é o Monte Pasqual.

Leia mais 

Moradores são surpreendidos com água escura saindo das torneiras em bairros de Farroupilha

Gerente da Corsan explica motivos de água escura consumida pelos farroupilhenses

No último final de semana a população foi surpreendida por uma água com tonalidade escura saindo de suas torneiras. Segundo o gerente Elton Luiz Ernzen, o problema foi ocasionado pela parada de um recalque com o consequente vazamento em uma adutora em Nova Sardenha.

Ao religar o sistema, a adutora puxou ar e água. Essa ação gerou uma limpeza interna na tubulação de ferro, aumentando significativamente a turbidez da água, atingindo 80% da cidade.

Ouça o áudio abaixo 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!