O quadro Jogo Rápido apresentado durante o programa Fim de Expediente desta quarta-feira, 29, recebeu os empresários Gilberto Galafassi, Gilmar Signori, Jerônimo Portolan, João Silvestrin, e o presidente do Legislativo de Farroupilha, Thiago Brunet. Ao longo da entrevista eles opinaram sobre a situação do governo estadual e do municipal.

Silvestrin, que também é uma liderança do Partido dos Trabalhadores (PT), comentou que a população precisa se envolver com a atual situação do país. O empresário se manifestou de forma contrária ao pensamento ideológico de seu partido. “Pelo que eu represento dentro do meu partido, tudo pode ser uma coisa que eu posso ser execrado”, declarou.

Ele opinou que a política deve ser tratada de outra forma. “Nós precisamos pensar a administração de forma diferente no estado, porque o que está acontecendo no estado vai vir para Farroupilha também, é uma questão de anos”, comentou. Silvestrin explicou que toda a população deve ter direitos iguais. “Os servidores públicos, eles têm muitos benefícios a mais do comum daqueles que pagam os impostos”, pontuou.

O presidente do Legislativo também opinou sobre o assunto e afirmou que a população não quer se envolver quando a pauta está relacionada à política. Brunet enfatizou que as sessões da Câmara Itinerante, que leva o Legislativo para as comunidades, precisam sempre de uma convocação para que o público se faça presente. “A nossa sociedade ainda está dormindo”, declarou.

OUÇA UM TRECHO DO PROGRAMA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!