A Audiência Pública que debateu o Projeto de Lei que trata a não incidência do Iptu em áreas do munício de Farroupilha teve pouca adesão da população. O encontro realizado pela Comissão Parlamentar de Finanças e Orçamento ocorreu na quarta-feira, 15, na Câmara de Vereadores e contou com a presença de cerca de 10 pessoas.

A iniciativa prevê que propriedades localizadas em zonas urbanas ou urbanizadas e que possuem 50% de sua área com mata nativa ou reflorestamento; ou que estiver sendo utilizado em atividades de exploração extrativa vegetal, agrícola, pecuária ou agroindústria, o Iptu não será incidido.

O integrante da comissão, o vereador Tadeu Salib do Santos, comentou que o evento teve seu objetivo atingido, mas o público não prestigiou o evento. O vereador explicou que o tema é complexo e muitas vezes os vereadores também tem que recorrer à técnicos especialistas na área para conseguirem avançar o assunto.

OUÇA A ENTREVISTA COM O VEREADOR

Áudios

Deixe o seu comentário!