O Fim de Expediente desta segunda-feira recebeu no estúdio o ex-prefeito Bolivar Pasqual, alvo de duras críticas do atual prefeito Claiton Gonçalves. Assim como o colega de partido Ademir Baretta, Pasqual se sentiu atingido pela recentes manifestações de Claiton, que fala em "vandalismo político" e "negócios pecaminosos". Pasqual diz que as falas machucam e que todas os debates de sua vida política não entraram no campo pessoal. Ainda em sua participação no Fim de Expediente, o ex-prefeito, ao justificar o que classifica como "governo atrapalhado" usou o exemplo do terreno oferecido pela prefeitura para a a instalação da UFRGS na Serra. De acordo com ele, a área localizada em Linha Palmeiro, não pertence ao município. 

Acompanhe a entrevista na íntegra clicando aqui. 

Deixe o seu comentário!