O Cemitério Público Municipal voltou a sofrer depredações e furtos em Farroupilha. O pedreiro Valderes Lemos da Silva havia ido visitar o túmulo onde foi sepultada a sua avó e se deparou com a porta de alumínio arrancada.

Valderes afirmou que há entre 12 e 15 gavetas depredadas. “Essa é uma situação que não é de hoje que vem acontecendo em Farroupilha, só que o poder público municipal não consegue enxergar com bons olhos. Eles investem em outros lugares achando que cemitério é lugar onde os mortos estão esquecidos. Nem todos estão esquecidos”, afirmou.

Ele destacou que há muitas pessoas que tem as gavetas de seus familiares, mas esquecem de denunciar os fatos. Lemos questionou o motivo da parte dos fundos do cemitério ter um muro pequeno de proteção, enquanto a frente tem uma boa segurança.

Ele ainda convocou a comunidade para fazer um abaixo-assinado. Interessados podem entrar em contato pelo telefone (51) 9 9770-5856.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!