O padre da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, Padre Paulo Gasparetto afirmou que o papa está acima de qualquer movimento, mas não está contra Bolsonaro.  Ele comentou sobre as últimas declarações do líder religioso mundial. “Quanto ao sínodo da Amazônia, foi algo decidido em 2016, bem antes, naquela época nós não sabíamos da existência do Bolsonaro”, salientou.

O religioso ressaltou que a questão amazônica é mundial, destacando que o papa não está observando partidos políticos. O principal objetivo naquela região é a evangelização, já que muitas pessoas estão passando necessidade.

Conforme Gasparetto, o supremo pontífice não precisa se preocupar com Bolsonaro. “Os filhos dele já estão cuidando dele. Já estão se detonando entre eles. O papa está acima de qualquer movimento”, concluiu.

Recentemente, o papa Francisco declarou que os incêndios da Amazônia são um problema mundial. Um sínodo está ocorrendo desde o dia 6 até 27 de outubro no Vaticano para discutir formas de evangelizar a floresta tropical.

 

 

 

 

 

 

Leia Também

Deixe o seu comentário!