As celebrações da Semana Santa que ocorrem a partir do dia 9 de abril, findando no domingo de Páscoa, dia 12, serão realizadas sem a presença de fiéis em todas as paróquias, comunidades, pastorais e movimentos eclesiais ligados a Diocese de Caxias do Sul. O documento assinado pelo bispo Dom José Gilson indica que todas as igrejas, capelas e locais de oração fiquem fechados a partir desta terça-feira, 24, por tempo indeterminado por conta da pandemia do coronavírus.

O comunicado também pede aos fiéis que permaneçam recolhidos em suas casas, onde a oração pessoal e em família é indispensável. Para os padres ligados a diocese, a indicação é que atendam o público por telefone ou através de redes sociais e dediquem mais tempo para as orações.

Sobre os funerais, os padres e ministros que pertencem ao grupo de risco não devem presidir as cerimônias e as despedidas deverão ser feitas com o número mínimo de familiares, em locais com ampla ventilação e distância de dois metros entre os presentes.

Para a Semana Santa, todas as celebrações foram alteradas e não serão presenciadas pelos fiéis como a Missa do Domingo de Ramos, o Tríduo Pascal, a Liturgia da Paixão do Senhor na sexta-feira Santa, o sábado Santo e domingo de Páscoa.

Desta forma, a população será informada dos horários para que rezem em seus domicílios. A Missa Crismal também foi adiada sem data prévia e deve ocorrer após a pandemia estar controlada.

Leia Também

Deixe o seu comentário!