O delegado de Farroupilha, Rodrigo Morale, recebeu oficialmente o laudo técnico do Instituto Geral de Perícia (IGP) realizado no Edifício Vêneto, onde um apartamento explodiu no dia 26 de dezembro de 2018, no centro de Farroupilha. Ele agora dará prosseguimento ao inquérito que deverá apurar as causas da explosão.

Conforme o delegado, no laudo consta que houve acúmulo de gás, mas o objetivo é descobrir de onde partiu, se foi de um botijão ou da tubulação da central de gás do prédio. Ele informa que devido à complexidade do laudo, o inquérito deverá ser concluído em 60 dias.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!