O Grupo L. Formolo emitiu nesta quarta-feira, 22, uma nota de esclarecimento sobre as declarações do vice-prefeito de Farroupilha, Pedro Pedrozo e do secretário de Desenvolvimento Urbano, Infraestrutura e Trânsito, Gilberto do Amarante, os quais comentaram sobre a atual situação do cemitério público, onde 222 túmulos e capelas foram alvos de furtos e vandalismo. Pedrozo afirmou que o grupo estaria sendo contatado para auxiliar a prefeitura na instalação de um cercamento para que estes casos não sejam mais registrados, já que a terra teria sido doada ao grupo pelo município.

OUÇA O PROGRAMA COMPLETO NO LINK ABAIXO 

Na nota, a concessionária de serviços funerários, salientou que está trabalhando no município desde 1979 e que não ganhou a terra da administração municipal. O empreendimento que contempla capelas funerárias foi construído em 2006, na quadra em que está localizado o cemitério. Ele foi resultado de uma licitação em que a prefeitura exigiu uma contrapartida com uma série de benfeitorias, entre elas a construção de um muro no entorno de todo o campo-santo. A empresa também salientou que trabalha ao lado da administração para atender a população com serviços funerários.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Presente na comunidade de Farroupilha há 41 anos, o Grupo L. Formolo, concessionário de serviços funerários na cidade, esclarece que não ganhou do município de Farroupilha o terreno onde estão construídas as capelas velatórias, a funerária e não tem qualquer ingerência na gestão do Cemitério Público Municipal.

O empreendimento é resultado de processo licitatório, aberto em abril de 2006, no qual o Município de Farroupilha repassou ao grupo o terreno ao lado do Cemitério Público Municipal em contrapartida exigiu, por parte do grupo, benfeitorias no cemitério, entre elas o muramento total e construção de guarita, de capela de orações e sepulturas do tipo carneiras, todas as obras foram realizadas e entregues ao município dentro do prazo contratual. 

O Grupo L. Formolo está ao lado da administração para atender às demandas da comunidade de Farroupilha no que tange aos serviços funerários.       

Grupo L. Formolo

Fundado em 1971 por Laurindo Luiz Formolo, o Grupo L. Formolo conta com seis unidades de atendimento funerário, o Crematório São José de Caxias do Sul, o Cemitério Parque Santa Rita e o Cemitério São José, ambos em Santa Maria, e mais de 40 capelas velatórias instaladas nas suas cidades de atuação. O grupo tem aproximadamente 110 funcionários e nestes 48 anos de história sempre primou pela inovação e qualidade dos serviços prestados, evoluindo em conceito e infraestrutura com o objetivo de disponibilizar um ambiente de muita paz e um atendimento adequado ao momento. Entre os líderes de mercado no Rio Grande do Sul, o grupo oferece serviços funerários, cemiteriais, de cremação e planos de assistência funerais familiares e está presente em quatro cidades da Serra Gaúcha Caxias do Sul, Bento Gonçalves, São Marcos, Farroupilha e há dois anos em Santa Maria.

Leia Também

Deixe o seu comentário!