O presidente da Associação dos Usuários de Rodovias Concedidas do Rio Grande do Sul (Assurcon), David Vicenço, fez duras críticas ao estudo de concessão de três rodovias do RS que deve sair até maio através do governo do estado. O projeto de viabilidade técnica para repassar a RS-287, a RS-324 e a RS-020 conterá modelo e condições da disputa pelos trechos. Conforme Vicenço, o projeto para novas praças de pedágio já está na mão do secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Carlos Búrigo. Ele ainda faz um alerta pois o prazo para a concessão será de 30 anos, renováveis por mais 30, sendo que o preço inicial do pedágio será de R$ 15 na ida e R$ 15 na volta. Além disso, as cobranças começam a partir da aprovação do projeto na Assembleia e não a partir da implantação. Por fim, o presidente pede que os prefeitos, vereadores e a comunidade se envolvam, cobrando providências para que isso não aconteça.

Áudios

Deixe o seu comentário!