A prefeitura de Farroupilha, através da Secretaria de Gestão e Desenvolvimento Humano, abriu uma sindicância para apurar um caso de possível abuso de autoridade de dois guardas municipais durante uma ação realizada nesta quarta-feira, 12, por volta das 12h30, em frente ao Colégio Estadual Farroupilha, no centro do município.

Segundo o registro efetuado na delegacia de Polícia Civil, um homem teria resistido a abordagem no momento em que os agentes confeccionavam uma autuação de um veículo que estaria estacionado em cima da faixa de pedestres e em local destinado para micro-ônibus e vans escolares.

Conforme os agentes, o condutor teria se negado a entregar sua carteira de habilitação, entrado no veículo e saído do local. Houve então uma perseguição e ele foi parado próximo à prefeitura. O motorista não teria obedecido, então os agentes impediram a passagem do veículo, atravessando a viatura em sua frente.

O registro informa ainda que o homem teria resistido à ação, sendo necessária a abordagem coercitiva e uso da força para imobilização, momento em que o homem teria machucado o joelho e a mão esquerda.

Conforme o secretário de Gestão e Desenvolvimento Humano, Rafael Gustavo Portolan Colloda, o caso é de conhecimento da prefeitura, que está apurando os fatos. Os guardas foram afastados do serviço de rua e estão executando trabalhos administrativos.

Confira no áudio abaixo

 

Áudios

Deixe o seu comentário!