Garibaldi também terá cercamento eletrônico. Assim como ocorre em Canoas, o sistema tem o objetivo de dar segurança à população e não multar por excesso de velocidade. 

O prefeito do município, Antônio Cettolin, afirmou que o projeto será integrado com a Polícia Rodoviaria Federal (PRF) e Estadual (PRE), Brigada Militar (BM), Polícia Civil e a concessionária de rodovias Concepa. “Nós vamos dar segurança para os nossos garibaldenses. Que os órgãos de segurança tenham condições de trabalhar. Nós não pensamos em multar”, contou. 

Leia mais 

Canoas duplica cercamento eletrônico que não multa por excesso de velocidade

É pardal sim: Prefeitura se retifica e esclarece que câmeras instaladas nas rodovias de Farroupilha para o cercamento eletrônico também podem multar

Comando do 36º BPM afirma que Brigada Militar não foi inserida no processo de cercamento eletrônico de Farroupilha

Com um investimento de R$ 2,8 milhões, cercamento eletrônico deverá funcionar a partir de 2020 em Farroupilha

Em Farroupilha foram instaladas 19 câmeras de monitoramento nas estradas que atravessam o município. A diferença da cidade para Garibaldi e Canoas é a multa.

O cercamento eletrônico farroupilhense, além de cuidar da segurança, também poderá multar motoristas que estiverem em excesso de velocidade. De acordo com o prefeito Claiton Gonçalves, o sistema funcionará a partir de março.

Cettolin também comentou sobre outras obras de Garibaldi como o Parque da Barragem com três quilômetros de ciclovia. Ainda haverá a construção de um auditório na Escola Santo Antônio, pavimentação das comunidades do interior, entre outras.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!