O Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Farroupilha (Sismuf), Diego Tormes, comentou sobre as negociações com o governo municipal relacionado ao reajuste de salário dos servidores, o que ainda não foi definido neste ano.

Segundo Tormes, o Executivo argumenta que está amparado pela Lei Complentar 173 do governo federal, a qual estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, restringindo ao aumento da remuneração dos agentes públicos, a alteração de estrutura de carreira, a admissão ou contratação de pessoal, entre outros.

Tormes entende que o momento é delicado, mas luta pela valorização da categoria. "A categoria entende que o impacto da lei no município não é tão grande, mas o governo entende que sim, portanto, ainda estamos discutindo”, declarou.

Ele salientou que o sindicato está atento, e espera que no orçamento de 2022, esteja incluído esses valores, já que a Lei Complementar 173 tem validade até 31 de dezembro deste ano.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!