A organizadora da Campanha Joaninha, a médica Kátia Rossler Roncatto, afirmou que a iniciativa já arrecadou e encaminhou seis mil quilos de rações a cuidadores de cães e gatos. Além disso, ajudou ainda Organizações Não Governamentais (ONGs) em um ano de existência, em Farroupilha.

Kátia explicou que os pontos de coletas mudam todo o mês, entretanto, há cinco locais fixos de doações: nas duas unidades da Rossler Diágnósticos, Autoposto Benvenutti, no Brechó da ONG dos Peludos e na Luck Store, dos Anjos Sem Asas. De acordo com a médica, com as doações os cuidadores economizam para arcar com outras despesas dos animais.

O projeto iniciou no velório da filha de Kátia, Joana Rossler Roncatto, de 19 anos. Foi solicitado aos familiares e amigos que trouxessem rações para animais abandonados ao invés de flores, por conta da paixão da jovem pelos animais.

A campanha consiste em coletar rações para cachorros e gatos e repassar a quem necessita. “Tem pessoas que tomam conta de 50 a 60 cães e geralmente os que ficam com essas pessoas não são cachorros pequenos. O problema maior são os cães de porte grande que para serem adotados precisam ter uma casa com pátio”, destacou a médica. Atualmente a campanha doa mensalmente cerca de 300 quilos de ração aos animais.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Deixe o seu comentário!