A mãe de Manuelly Stopiglia, Eliane Garcia da Rosa participou do programa Fim de Expediente desta terça-feira, 19, e solicitou o auxílio da comunidade para continuar o tratamento de extrofia vesical da filha de apenas três anos e oito meses, que já passou por duas cirurgias.

Manuelly nasceu com extrofia vesical, que representa uma anormalidade de formação importante do trato urinário inferior, envolvendo a parede abdominal anterior, pélvis óssea, musculatura pélvica, bexiga, uretra e genitália. No caso de Manuelly, os ossos pubianos são separados e existe um afastamento da musculatura abdominal em torno da bexiga.

Eliane reside com a filha na Rua João Fabro Filho, no bairro Monte Pasqual, e trabalha como cabeleireira e maquiadora, além de ser proprietária de um brechó localizado na Rua da República, 445, no Centro de Farroupilha. Ela necessita arrecadar R$ 15 mil para viajar para São Paulo no dia 8 de abril, onde terá uma consulta com um especialista americano.

Eliane comentou que além de dinheiro para a viagem, precisa de produtos para manter a higiene e a saúde da filha, como por exemplo fraldas descartáveis tamanho XGG ou geriátrica tamanho P, lenços umedecidos, pomada para assadura e leite sem lactose.

A mãe da Manu comentou que busca uma vaga em uma escola de educação infantil e pediu a doação de uma máquina de costura para fazer alguns reparos em seu brechó para aumentar sua renda. Até o momento ela já ganhou uma máquina de lavar e auxílio psicológico para a filha.

Para mais informações sobre como ajudar é só entrar em contato com Eliane pelo número (51) 99230-1446 ou pelo telefone da Rádio Spaço FM (54) 3268-2100 ou whatsapp (54) 99611-1971.

Leia também

Quatro mulheres são atropeladas no bairro Industrial

Travesti ameaça garota de programa de morte em Farroupilha

Homem é preso por tentativa de homicídio em Farroupilha

Deixe o seu comentário!