O prefeito de Farroupilha, Pedro Pedrozo (PSB) se reuniu novamente com as entidades do município na manhã desta segunda-feira, 15, para fazer um documento com argumentos técnicos sobre o coronavírus com o intuito de apresentar ao governador Eduardo Leite (PSDB) e pedir a abertura do comércio.

Assinaram o documento o Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar), a Associação dos Centros de Compras da Serra Gaúcha (Acecors), a Serra Moda, a Câmara de Indústria, Comércio, Serviços e Agronegócios de Farroupilha (Cics), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o Sindigêneros, o Sindilojas e o Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria da Região da Uva e do Vinho (Segh). Além destes, a Câmara de Vereadores e o Hospital São Carlos também apoiaram o documento.

De acordo com Pedrozo, as empresas deverão seguir as orientações das associações dos seus setores para abrirem as portas ou não. “Vamos tentar reverter essa situação. O decreto que está valendo hoje é o decreto do governador. O município não consegue sobrepor essa lei maior”, contou.

O ofício foi entregue eletrônicamente para Leite na manhã desta segunda. Os prefeitos da região se reunirão para discutir uma união dos municípios a favor da abertura das atividades econômicas. “Nós vamos tentar provar que dá para mudar os critérios dele”, pontuou.

Uma sugestão do prefeito é formar uma parceria com a operadora de saúde particular Unimed com o objetivo de conseguir cinco respiradores novos. A diária dos equipamentos seria paga pelos prefeitos.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!