A Companhia Rio-grandense de Saneamento (Corsan) contratou uma empresa terceirizada para realizar pesquisas noturnas ao redor das casas de Farroupilha. Os funcionários estarão uniformizados e munidos de crachás. As pesquisas são realizadas com um equipamento chamado Geofone e servem para detectar os lugares onde estão acontecendo vazamentos de água.

A região do bairro Primeiro de Maio receberá esse serviço por ser um lugar onde tem as pressões mais altas, porém os funcionários podem trabalhar em outros pontos da cidade. “Nós precisamos de uma exatidão muito grande nesse serviço para daqui a pouco não tratar um falso vazamento, isolar uma rua sem necessidade e ter todos esses gastos. Nós precisamos zelar pela questão patrimonial e fazer um trabalho bem feito para a cidade”, afirmou administrador da Corsan, Carlos Alexandre Cruz Bloedow.

A justificativa para eles trabalharem de noite é que o aparelho é muito sensível e o barulho dos carros pode atrapalhar a verificação durante o dia. Eles não têm autorização para entrar nas casas e não há prazo para o encerramento do trabalho.

Ouça o áudio abaixo 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!