Um pedreiro de 50 anos confessou ter agredido João Cleidir Silveira, de 36 anos, na noite do último domingo, 22, no bairro Industrial. As agressões resultaram na morte da vítima que estava internada no Hospital São Carlos, na última segunda-feira, 23.

Conforme o depoimento do suspeito, Silveira iniciou as agressões e por isso ele pegou uma barra de ferro para se defender.  A vítima era parente da mulher do autor confesso do crime e morava no porão da casa do pedreiro no bairro Industrial.

Além das discussões anteriores, Silveira já tinha sido comunicado para se retirar da moradia. Apesar de testemunhas terem afirmado que houve a participação de uma segunda pessoa no espancamento, o suspeito nega essa versão.   

Leia Também

Deixe o seu comentário!