Um homem foi preso preventivamente na tarde desta quinta-feira, 19, por tortura e tentativa de homicídio que teriam acontecido em Farroupilha. De acordo com o delegado da Polícia Civil de Farroupilha, Éderson Bilhan, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva relacionados aos crimes cometidos na segunda semana de agosto. Bilhan ressaltou que foi apurado que a vítima de 38 anos foi alvo de torturas gravíssimas supostamente praticadas por um dos investigados preso nesta quinta. Os crimes teriam sido cometidos para que a vítima confessasse um suposto furto de dinheiro ocorrido na empresa onde ele trabalhava.

Entre as agressões sofridas estão choque elétrico através de um fio, batidas no corpo com a prancha de facão, queimaduras de cigarro atrás da orelha onde derramavam álcool. A vítima foi submetida a outros atos contínuos como inserção de agulha sob as unhas e colocação de agulhas quentes na mão esquerda. Um laudo médico apontou que cinco dentes foram arrancados com um alicate. No olho direito os torturadores inseriram agulhas e mexiam como se fossem tirá-lo. O esquerdo foi queimado com uma espécie de isqueiro com chama forte. O cabelo da vítima foi cortado com uma máquina de tosquiar ovelha que cortou a pele junto, além de sua barba ser arrancada com uma pinça e com uma faca sem fio.

Histórico

De acordo com o delegado, no dia 9 de agosto, a vítima foi encontrada ferida no Desvio Blauth e encaminhada para o Hospital São Carlos. O homem havia afirmado que teria sido raptado e agredido em um suposto assalto na rodoviária do município. Bilhan explicou que a vítima contou esta história por medo de sofrer novas agressões. No dia seguinte ele recebeu alta hospitalar e os suspeitos o buscaram na instituição de saúde.

Os indivíduos colocaram o homem em um carro, continuaram com as torturas e na tarde do dia 11 o levaram para a Linha Boêmios onde teriam obrigado a pular de um penhasco. Ainda conforme o delegado, ele ficou desacordado por um período e após rastejou até a estrada onde foi socorrido novamente. Quando deu entrada no pronto socorro a delegacia tomou conhecimento dos fatos.

Através das ordens judiciais cumpriu os mandados no município e também em Garibaldi. Durante as diligências desta tarde outro indivíduo foi preso por posse irregular de arma de fogo. Bilhan frisou que a investigação prossegue no intuito de elucidar completamente o caso.

 

Leia Também

Deixe o seu comentário!