Uma quadrilha assaltou a tesouraria regional do Banco do Brasil por volta as 23h50 desta segunda-feira, 30, em Criciúma, no interior de Santa Catarina. De acordo com a polícia, o grupo fortemente armado utilizou cerca de 10 veículos, provocou incêndios, bloqueou ruas e utilizou reféns como escudos. Após o assalto a polícia localizou no município de Nova Veneza 10 veículos que foram utilizados pelo grupo e estavam escondidos em um milharal.

A ação dos criminosos durou cerca de uma hora e 45 minutos e deixou um policial e um vigilante feridos. A quantia roubada pelo grupo não foi divulgada, mas policiais encontraram em um apartamento R$ 810 mil, valor que teria caído ao chão após a explosão realizada pelos criminosos. Quatro pessoas que estavam no apartamento foram presas. Os policiais também localizaram 30 quilos de explosivos que foram abandonados pelo grupo.

O banco não divulgou o valor subtraído e não informou quando a agência será reaberta.

Deixe o seu comentário!