Uma menina, de cinco anos, portadora de paralisia cerebral, morreu após ser estuprada pelo filho de seu padrasto, de 18 anos, na madrugada deste sábado, 7, em Santa Maria.

A criança chegou a ser levada ao Hospital Universitário pela mãe, mas não resistiu. As circunstâncias da morte serão conhecidas depois do laudo pericial. A vítima e o indivíduo moravam na mesma casa.

Conforme a Polícia Civil, o jovem que confessou o crime teve sua prisão preventiva decretada. Ele foi encaminhado à Penitenciária Estadual de Santa Maria. Um inquérito policial irá apurar as circunstâncias do acontecimento e a morte será investigada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente do município.

Leia Também

Deixe o seu comentário!