Uma mulher de 20 anos, confessou ter matado seu ex-companheiro, Bruno Botassoli, 25 anos, no início da manhã desta quarta-feira, 24, em Bento Gonçalves. De acordo com a Polícia Civil, a mulher que tinha registrado uma medida protetiva contra Botassoli, afirmou que em outras oportunidades ele já havia lhe agredido. Quando ela percebeu que ele iria invadir sua casa, a mulher ligou para a Brigada Militar informando sobre o caso. Em seu depoimento a mulher contou que ele invadiu a casa e tentou agredi-la mais uma vez e ela acabou desferindo um golpe de faca no homem que foi socorrido por um vizinho, mas acabou morrendo no hospital.

A medida protetiva já havia sido autorizada pela justiça, mas o homem não foi encontrado para receber a determinação.  Conforme o delegado Ricardo Nobre, ela agiu em legítima defesa e não foi presa em flagrante.

Deixe o seu comentário!