O comandante do 36º Batalhão de Polícia Militar (BPM), major Juliano Amaral participou ao vivo de uma entrevista durante o programa Spaço Rádio Jornal esta sexta-feira, 15, onde comentou sobre a ação Farroupilha Mais Segura, que foi realizada na noite desta quinta-feira, 14. “Nós queremos mostrar unidade, nós queremos mostrar o fortalecimento das forças policiais”, enfatizou. De acordo o comandante, a ação foi prejudicada com a pandemia, mas neste ano foi retomada e tem por objetivo diminuir a sensação de insegurança, além de mostrar para a comunidade que as forças de segurança podem auxiliar ainda mais o município. Nesta quinta, a ação foi denominada Operação Vigore, em alusão à região de imigrantes italianos pela força e vigor nas suas atividades.

Em uma das ocorrências, Amaral detalhou que próximo a uma barreira policial que foi montada no bairro São José, um desentendimento entre um casal terminou na prisão dos dois envolvidos. Na oportunidade o homem efetuou disparos de arma de fogo e com a chegada da Brigada Militar ele evadiu do local, sendo perseguido e preso. Os policiais checaram os documentos da mulher que se apresentava com vítima e descobriram que ela estava com um mandado de prisão em aberto. Os dois foram encaminhados para a delegacia. Acompanhe o resultado da ação:

• 147 pessoas abordadas;
• 2 pessoas presas conduzidas a delegacia por disparo de arma de fogo e por estar foragida do sistema penal;
• 6 pessoas presas por termo circunstanciado, sendo 2 por posse de entorpecentes e 4 por propagação de doença contagiosa;
• 88 veículos abordados;
• 15 veículos autuados;
• 1 veículo recolhido;
• 23 autuações confeccionadas;
• 2 boates fiscalizadas;
• 7 visitas da Patrulha Maria da Penha;
• 6 bares e conveniências fiscalizados, atuados pelo Corpo de Bombeiros e Brigada Militar por falta de alvará de prevenção de incêndio ou por estar vencido, sendo que foram advertidos, notificados e um destes caçado por informações não estarem de acordo;

A Operação Vigore teve a participação e 43 agentes de segurança e 18 viaturas da Brigada Militar, Polícia Civil, Poder Judiciário, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Estadual, Instituto Geral de perícias, Susepe, Guarda Municipal e Conselho Tutelar.

OUÇA A ENTREVISTA NO LINK ABAIXO 

Leia Também

Deixe o seu comentário!