Três dos quatro suspeitos de matar por engano Gabriel Vilas Boas Minossi, de 19 anos, no hospital Centenário foram presos na manhã desta sexta-feira, 16, em São Leopoldo. Conforme as investigações da Polícia Civil, o alvo dos criminosos era um homem que recém havia saído da prisão e estava internado após ser atingido por disparos de arma de fogo em um confronto.

Ele foi atendido no mesmo quarto do jovem, mas depois foi transferido a pedido de enfermeiras e, sem saber, os criminosos entraram e atiraram mais de 20 vezes na vítima. Minossi morreu na hora e outras duas pessoas ficaram feridas por tiros de raspão. A Delegacia de Homicídios de São Leopoldo está sob comando da operação que procura o quarto suspeito.

Leia Também

Deixe o seu comentário!