Empresas fabricantes de placas de carro de Farroupilha estão sendo investigadas pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Na manhã desta quinta-feira, 13, a Operação ‘Hot Stamp’ foi realizada em 37 cidades, onde foram cumpridos 59 mandados de busca e apreensão e uma medida cautelar de um técnico em mecânica na cidade de Horizontina.

De acordo com a polícia, a ação é contra a fraude na emissão de laudos técnicos para estas empresas que produziriam placas no padrão Mercosul, as quais entrarão em funcionamento na próxima segunda-feira, 17. Elas buscavam o credenciamento no Detran para poder fabricar os novos modelos. Além desta fraude, alguns dos estabelecimentos estão sendo investigados pelo crime de associação criminosa, falsidade ideológica  e uso de documentos falsos.

Segundo o delegado André Anicet, a apuração se deu através de indícios de fraude nos brasões dos municípios apresentados nos laudos, onde os investigadores perceberam que eram os parecidos com os documentos emitidos pelo técnico em mecânica.

Os mandados foram nos municípios de Alvorada, Antônio Prado, Bagé, Bento Gonçalves, Bom Princípio, Canoas, Carazinho, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Cruz Alta, Dois Irmãos, Estância Velha, Esteio, Farroupilha, Feliz, Gramado, Guaíba, Guarani das Missões, Horizontina, Montenegro, Nova Prata, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santo Ângelo, São Leopoldo, São Sebastião do Caí, Selbach, Tapera, Taquari, Tenente Portela, Venâncio Aires, Veranópolis e Viamão.

 

Deixe o seu comentário!