Os familiares que tiveram túmulos depredados no Cemitério Público Municipal de Farroupilha exigem providências das autoridades. O final de semana foi marcado por uma movimentação intensa no local para verificação da situação das sepulturas.

O crime aconteceu na madrugada do último sábado, 11. O responsável pela construção de capelas mortuárias, Luiz Antônio Müller, ao chegar no cemitério constatou que mais de 200 túmulos haviam sido depredados. Letreiros e molduras de fotos, das capelas, túmulos e gavetas foram arrancadas e muitas imagens acabaram sendo jogadas pelo chão.

Familiares relataram indignição, revolta e tristeza. Para Laurindo Rovatti, o luto é revivido. “É muito triste. Estou passando um momento de luto de novo”, lamentou.

A Polícia Civil já está investigando o caso. “Os policias já realizaram algumas diligências para que possamos identificar o autor desse delito”, esclareceu o delegado Rodrigo Morale.

Morale ainda orientou as pessoas a registrarem o furto na Delegacia de Polícia, assim o autor das ações criminosas responderá por mais crimes na justiça.

Leia Também

Deixe o seu comentário!