A adolescente Kauana Santos, de 16 anos, segue desaparecida desde às 20h de sexta-feira, 26, após a casa onde ela residia ser incendiada e a avó, Irene da Fonseca, 67 anos, acabar sendo morta a tiros na comunidade de São Luiz, no interior de São Marcos.

De acordo com a Polícia Civil, que investiga o caso, a principal testemunha do crime é o neto da idosa, de sete anos. Conforme o relato dele para sua mãe, um homem invadiu a residência, que fica localizada em uma chácara. Ele conta que Kauana se escondeu em um banheiro e ele saiu da residência e se abrigou entre as árvores, quando ouviu disparos e avistou sua irmã sendo arrastada para fora da residência pelo criminoso.

Outra família morava há pouco tempo na mesma propriedade, a cerca de 50 metros da casa, mas não foi mais localizada. No momento do crime o pai e a madrasta estavam em Caxias do Sul. 

A Brigada Militar atua nas buscas pela adolescente e utilizou cães farejadores do batalhão de Caxias do Sul. A família relatou que a jovem vestia uma saia longa azul claro com flores e uma blusa preta. O suspeito do crime seria um homem de pele morena e que vestia moletom vermelho. Denúncias e informações sobre o paradeiro da jovem podem ser feitas pelo número de emergência da Brigada Militar, 190 ou pelo WhatsApp (54) 9 9666-9278.

Deixe o seu comentário!