O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, pediu celeridade na apuração dos fatos e punição rigorosa sobre a morte por espancamento de um cliente de um hipermercado em Porto Alegre, capital do estado.

O fato aconteceu na noite desta quinta-feira, 19, no hipermercado Carrefour localizado no bairro Passo D’Areia, na Zona Norte da cidade, onde o homem identificado como João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, foi espancado por dois seguranças do estabelecimento.

O governador se reuniu na manhã desta sexta-feira, 20, com a chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor, com o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Rodrigo Mohr Picon, e com o delegado plantonista Leandro Bodoia para se informar e cobrar rigor na apuração do homicídio.

Em sua manifestação através das redes sociais, Leite ressaltou que todas as circunstâncias em que este crime aconteceu estão sendo apuradas para que sejam punidos os responsáveis. "Os inquéritos policiais estão sendo levados adiante com muito rigor”, garantiu o governador.

Segundo a chefe de Polícia, dois homens foram presos em flagrante e autuados por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, asfixia e recurso que dificultou a defesa da vítima, e mais duas pessoas serão investigadas ao longo do inquérito.

Deixe o seu comentário!