Um homem acusado de abusar sexualmente de uma menina de cinco anos de idade foi atacado por populares e teve sua residência pichada. Conforme registro, o homem teria violentado a criança na quinta-feira, 2, mas somente no final da tarde do dia seguinte a menina teria contado o fato para a mãe.

Inconformada, a mãe acionou a Brigada Militar, que foi até a residência do acusado na Rua Inês Boff Mazotti, no bairro Parque Oásis, e conduziu o mesmo à Delegacia de Polícia.

A menina passou por exame de conjunção carnal, o que confirmou o abuso sexual com o acusado. Mesmo diante do fato comprobatório, o homem foi liberado por não ter sido preso em flagrante.

Populares inconformados com a situação foram até a residência do acusado durante a madrugada do sábado, tiraram o mesmo da cama, onde foi espancado e esfaqueado. Ele foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao Hospital Pompéia onde permanece internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

A residência do homem foi invadida, saqueada, teve os móveis quebrados e o portão pichado com a frase: "Filho da p...estuprador não vai durar". A Polícia Civil investiga o caso.

Deixe o seu comentário!