Três assassinatos foram registrados em menos de oito horas e em todos os crimes foram utilizadas armas de fogo em Caxias do Sul.

O primeiro caso aconteceu por volta das 20h20 desta quinta-feira, 19, quando Vagner Ferreira Gomes, de 20 anos, foi atingido por tiros no interior de um mercado, na Rua dos apicultores, no bairro Belo Horizonte. Outros dois homens ficaram feridos e foram socorridos ao hospital.

Três horas depois, Leandro Sidinei Pires, 37, foi encontrado morto na Rua Manoel Pedrotti, no bairro Campos da Serra. De acordo com o registro policial, ele acabou sendo alevejado com seis tiros no rosto, toráx e braço. Durante o ataque, outro morador do bairro atirou contra os criminosos e os disparos atingiram Pires por engano.

O último assassinato foi de Bruno Marques Antunes, 22, por volta das 3h15 desta sexta-feira, 20, na Rua Carolina Amâncio Soares, no bairro Reolon. Segundo o boletim de ocorrência, ele foi alvejado com pelo menos oito disparos por ocupantes de um veículo que parou ao lado da vítima enquanto ela caminhava. No local do crime foram encontrados cartuchos de munição de calibre 12, 38 e 9 milímetros. Caxias do Sul já registrou 65 mortes violentas em 2019.

 

Leia Também

Deixe o seu comentário!