A Polícia Civil, com apoio de agentes de vários departamentos de segurança do estado, cumpriu mandados de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira, 27, e prendeu cinco pessoas nas cidade de Novo Hamburgo e Bento Gonçalves em uma ação denominada Operação Milicianos. A investigação foi realizada para apurar a autoria da prática de crimes de milícia privada e extorsão a credores nas duas cidades e regiões a que elas pertencem.

Conforme investigação, que se estendeu desde alguns fatos registrados em outubro passado, o grupo cobrava dívidas ultrapassando os limites legais, valendo-se de ameaças de morte, agressões físicas e filmagens de familiares dos devedores, utilizando inúmeros meios de coação.

Na operação envolvendo 40 agentes, foram apreendidas quatro malas com documentos, notas promissórias, talões, cheques, dinheiro, cartões de apresentação e celulares, além de um notebook e um revólver. Veículos como carros de passeio e caminhonetes também foram apreendidos com os suspeitos. Um dos detidos foi apontado como o líder da “milícia privada”.

Todos foram encaminhados para delegacias respectivas e serão encaminhados para presídios ainda não divulgados.

Deixe o seu comentário!