A Brigada Militar está em busca de realizar uma ação conjunta com a Polícia Civil e o Ministério Público para coibir os assassinatos que estão acontecendo em Farroupilha.

Até o momento já foram registrados 22 mortes violentas e conforme o subcomandante do 36º Batalhão de Polícia Militar (BPM), major Juliano Amaral, o problema é pontual e está sendo combatido pela BM que realiza corriqueiramente diversas prisões no município, principalmente de indivíduos com envolvimento com o tráfico de drogas, motivo de 14 dos crimes registrados.

Ele também comentou sobre o número de assassinatos e que a maioria aconteceu no bairro Industrial. Parte foi em áreas onde existe a aparição de criminosos que tentam se esconder em casas de conhecidos em áreas de vulnerabilidade social.

Conforme a Brigada Militar, foram nove assassinatos no bairro Industrial, quatro no São José, dois no Primeiro de Maio, outros sete divididos nos bairros Do Parque, Alvorada, Cinquentenário, São Roque e no interior, nas comunidades de Mato Perso, Sertorina e Monte Bérico. Do total de 22 mortes, apenas o caso de Monte Bérico está sendo investigado como latrocínio. O restante são crimes de homicídio e a maioria relacionados com o tráfico de drogas.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!