O 36º Batalhão de Polícia Militar (BPM) implantou a Patrulha Maria da Penha em Farroupilha. Uma equipe especializada e capacitada para executar ações do Programa de Prevenção à Violência Doméstica e Familiar (PPVDF) fará visitas regulares em dias e horários diversos às mulheres que já foram vítimas deste tipo de violência. O objetivo é verificar se o agressor se afastou de fato e disponibilizar mais um serviço de proteção.

De acordo com o comandante do 36º BPM, major Juliano Amaral, a quantidade de visitas deve variar de acordo com a gravidade do caso e do tempo de vigência da medida protetiva de urgência. “Resgatamos a segurança, autoestima da vítima, fortalecemos a rede de proteção ao ponto de causar desconforto ao autor dos fatos ou ameaças, pois ele saberá que muito mais de um registro contra sua pessoa, a Brigada Militar estará monitorando suas ações”, destacou.

Deixe o seu comentário!