O comandante do 36º Batalhão de Policiamento Militar (BPM) major Juliano Amaral esteve reunido nesta terça-feira, 29, junto de lideranças da comunidade de Caravaggio e também de padres representando o santuário com o objetivo de orientar sobre o aumento do número de pessoas junto ao complexo, principalmente aos finais de semana.

Em entrevista à Spaço FM, o comandante salientou que a circulação não seria o problema, se junto não estivessem misturados os baderneiros, pessoas que estão levando inquietação e incomodação aos moradores e demais frequentadores do local.

Conforme o major, além das denúncias de aglomerações, tem a referência de pessoas embriagadas, fumando maconha, além do som alto, o que é inconveniente com a realidade e finalidade daquele local. "Nós não vamos permitir junção de baderneiros”, ressaltou.

Ele salientou ainda que a Brigada Militar estará autuando essas pessoas e faz o alerta que as operações com o policiamento serão contínuas.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!