Há 15 anos envolvido no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), o Soldado Narcísio Trevisol cita a necessidade os pais se envolverem e monitorarem as atividades dos seus filhos, em dias onde as crianças já possuem um número enorme de informações através dos celulares. Sd. Trevisol cita que as crianças estão por dentro de diversos assuntos perigosos em meio a falta de envolvimento da família. O policial afirma que este assunto é uma de suas maiores “brigas” atualmente: conseguir a participação dos pais. Confira a entrevista no abaixo. 

Áudios

Deixe o seu comentário!