A Patrulha Ambiental (Patram) apreendeu 89 aves silvestres, 83 gaiolas e um alçapão na manhã desta segunda-feira, 23, em uma residência na Rua Caetano Grendene, no bairro Centenário, em Farroupilha.

Espécies como trinca-ferro, azulão, canário-da-terra, pintassilgo, cravina, sanhaçu-frade, cardeal, azulinho, bico-duro (tupi) e coleirinho eram mantidas no porão de uma casa de madeira. Um homem de 36 anos, responsável pelas aves, relatou aos agentes que o seu objetivo era competições e comércio. Sessenta e seis dos animais estavam completamente ilegais.

As aves, que não possuem registros, serão soltas ao seu habitat natural. Já o restante será encaminhado ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de Porto Alegre. O homem responderá por crime ambiental.

Leia Também

Deixe o seu comentário!