A Operação Império da Lei, organizada pelas secretarias da Segurança Pública (SSP/RS) e da Administração Penitenciária (Seapen), foi deflagrada na manhã desta segunda-feira, 03.

Com determinação do Ministério da Justiça e da Segurança Pública e apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), integrantes das Polícias Federal e Rodoviária Federal, e da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Exército, Aeronáutica e Marinha do Brasil, 18 presos considerados líderes de organizações criminosas do Rio Grande do Sul foram transferidos.

A operação iniciou às 6h20 da manhã com detentos sendo transferidos em comboio até um local conhecido como Parcão, em Charqueadas, situado a sete minutos do complexo prisional. Lá estavam seis helicópteros para remoção até a base aérea de Canoas, onde um avião da Polícia Federal aguardava para levar os detentos a outras penitenciárias federais fora do estado.

Foram empregados na ação 1,3 mil agentes federais e estaduais, 306 viaturas e sete aeronaves, sendo seis helicópteros e um avião. De acordo com a Base Aérea, o transporte dos presos foi concluído com êxito.

O governador Eduardo Leite, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, e chefias de todas as instituições envolvidas concederão entrevista coletiva nesta terça-feira, às 10h, no auditório da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Deixe o seu comentário!