A família de Éderson Trilha, 26 anos, que foi morto a facadas na noite deta terça-feira, 1º de setembro, procurou a reportagem da Spaço FM e explicou o caso que resultou no crime.

A esposa da vítima, Fernanda Camargo, contou que estava em casa com seu marido, quando ele recebeu uma ligação de um amigo pedindo ajuda. Éderson saiu de casa sozinho para ver o que estaria acontecendo na residência de seu conhecido. Segundo Fernanda, seu esposo se deparou com mais pessoas que estariam tirando satisfação com o morador da casa, amigo de Éderson. Ela comentou que o crime pode ter sido resultado de uma provocação, mas não relacionada a ele, que foi até o local ver o que estava acontecendo para tentar ajudar. “Ele sempre gostava de defender as pessoas”, declarou.

Conforme o delegado da Polícia Civil, Rodrigo Veiga Morale, a primeira informação era de que teria acontecido uma briga de trânsito, onde duas pessoas foram atingidas por golpes de faca. Isto não se confirmou através de um dos depoimentos colhidos pelo delegado.

Morale irá ouvir outras testemunhas para desvendar a autoria do crime, que está sendo investigado como homicídio doloso. Éderson Trilha foi sepultado nesta quarta-feira, 2, na localidade de Nova Sardenha, onde ele residia com a esposa e o filho de três anos.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!