A jovem venezuelana Ariana Victoria Godoy Figuera, de 24 anos, morreu por volta das 7h desta sexta-feira, 13, no Hospital Pompéia, em Caxias do Sul. Ela havia sido atacada com ácido no portão de sua residência, na Rua Cristiano Ramos de Oliveira, no bairro Desvio Rizzo, na noite desta quinta-feira, 12. A mulher ficou com ferimentos no rosto e em parte do tórax. 

Conforme a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), que investiga o caso, o suspeito inicial é o ex-namorado de Ariana. Segundo o relato de familares, a jovem vivia em Boa Vista, em Roraima, onde já havia procurado a polícia local em 25 de setembro para relatar uma agressão do então namorado. Ela chegou a fugir do homem e se mudou para o Rio Grande do Sul.

O suspeito fugiu correndo logo após o ataque. A Brigada Militar (BM) ouviu familiares da vítima e realizou buscas, mas ninguém foi preso. Caxias do Sul já registrou 84 assassinatos em 2019.

Leia Também

Deixe o seu comentário!