A prefeitura emitiu um comunicado informando que o decreto proibindo a realização de eventos com mais de 30 pessoas não se aplica a Câmara de Vereadores.  

Com isso a população e a imprensa poderão acompanhar a sessão que está votando a cassação de Gonçalves na Câmara de Vereadores. Ficou acordado que serão autorizadas 20 pessoas. Neste momento está sendo lido o parecer do relator Sedinei Catafesta (PSD).

CONFIRA O COMUNICADO 

Deixe o seu comentário!