O presidente do Partido Liberal (PL), Adelino Balsani afirmou que seu maior erro em dois anos foi ter convidado o presidente do Legislativo de Farroupilha, Fernando Silvestrin (PL) para entrar no partido.

De acordo com Balsani, Silvestrin está conversando com outras siglas sem consultar a Executiva do PL. Essa situação deixa um desconforto nos bastidores do grupo político. Outro motivo de insatisfação de Balsani é que o deputado federal e presidente estadual do PL, Giovani Cherini trata o pré-candidato a prefeito como se fosse o líder da sigla em Farroupilha. Recentemente, Silvestrin havia informado que o Balsani não era mais o presidente do partido. “Se o Cherini disse que ele era o presidente do partido, que era para retirar o Balsani de presidente e ele assumir. Não sei que fofoca fizeram para o deputado”, reclamou. Balsani comprovou com a ata de posse que o presidente continua sendo ele.

O presidente da sigla destacou que as decisões dentro do grupo são tomadas em conjunto. Ele comentou que já tentou aproximar o nome de Silvestrin com o Partido Progressista (PP) e com outros partidos, mas não obteve sucesso. “O que o grupo decidiu. Balsani, nós não podemos mais pensar em Fernando”, ressaltou.

Ele esclareceu que nunca conversou com o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e com a Rede Sustentabilidade uma possível coligação ficou em espera. Balsani revelou que Silvestrin o ofendeu em algumas reuniões internas do grupo. Ele também contou que o presidente do Legislativo “atropelou” uma integrante da Executiva e postulante ao cargo de vereadora do encontro. “Qual a moral para ser candidato a prefeito uma pessoa dessas tem?”, questionou.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!