A liminar que impedia o Sindicato dos Metalúrgicos descontasse a contribuição sindical de um trabalhador foi cassada na noite desta terça-feira, 31. A decisão foi proferida pelo desembargador federal do trabalho, Gilberto Souza dos Santos, em Porto Alegre. De acordo com o vereador de Caxias do Sul Maurício Marcon, atualmente sem partido, que está acompanhando o caso, o autor já está recorrendo diretamente no Supremo Tribunal Federal (STF).

O vereador comentou sobre o caso em entrevista no final da tarde desta terça, durante o programa Fim de Expediente e destacou que a trabalhador havia conseguido uma liminar que impedia que o sindicato descontasse de seu salário a contribuição assistencial, mesmo ele não tendo feito oposição como estava sendo exigido pelos sindicalistas. Ele explicou que a decisão foi chancelada pela juíza do trabalho, Adriana Ledur.

Deixe o seu comentário!