A vereadora Glória Menegotto (Rede Sustentabilidade) participou do programa Fim de Expediente desta quinta-feira, 28, e comentou sobre algumas situações da atual administração de Farroupilha após o impeachment de Claiton Gonçalves.

Glória criticou o governo de Pedro Pedrozo (PSD) e também quem votou pela cassação do ex-prefeito. “Político que não tem posição não merece respeito”, enfatizou. Para a vereadora, que já esteve à frente das secretarias de Habitação e a de Saúde, o impeachment do prefeito não alterou em nada o funcionamento da prefeitura do município. Ela também cobrou sobre a atitude do atual prefeito que não se manifestou durante o processo de impeachment que resultou na cassação de Claiton. “O atual prefeito, ele não fez absolutamente nada para impedir o impeachment”, declarou.

Ela também apontou que a atual administração não está cumprindo com sua palavra de que irá economizar recursos como foi anunciado por Pedrozo no primeiro dia de seu governo. Ela citou que foram retirados três secretários municipais e substituídos por outros cinco ou seis.

Glória comentou que seu partido não realiza nenhuma atitude por conta própria. “Nós somos um grupo muito inteligente”, ressaltou. Ela opinou que muitos cargos de confiança da prefeitura, de diversos partidos, foram dispensados por WhatsApp, como aconteceu com o ex-secretário de Desenvolvimento Social e Habitação, Carlos Cruz (Rede Sustentabilidade).

Sobre a recolocação de Renata Trubian nesta secretaria, Glória explicou que ela teria saído do cargo para se colocar como pré-candidata pela sigla, mas em um determinado momento, pediu licença para não concorrer. A partir deste momento foi convidada pelo gestor para fazer parte de sua administração. “Não foi a Rede que colocou a Renata lá porque desta vez aqui foi Pedrozo que colocou, porque são muito amigos”, explicou.

Para Glória o atual prefeito precisaria ter entrado em contato com a direção do partido Rede Sustentabilidade. “O correto mesmo era ele ter nos chamado para uma conversa”, cobrou. Ela também não deixou claro sobre a questão de apoio da Rede ao governo Pedrozo, mas afirmou que a sigla está analisando o fato. “A nossa posição é outra neste momento”, pontuou.

Glória também comentou sobre a negociação que foi feita no último pleito que elegeu Claiton e Pedrozo, em 2016. Na oportunidade foi decidido um número determinado de cargos na administração por conta do número de votos conquistado por cada partido, assim a Rede recebeu os cargos que foram preenchidos por integrantes da sigla. Ela não precisou quantos ainda estão na prefeitura, mas afirmou que são em torno de 12.

Ao final ela comentou sobre a possibilidade de estar colocando seu nome como pré-candidata a prefeita ao lado do Pedrozo. Neste formato ela foi enfática que isto não irá acontecer e voltou a confirmar seu interesse em gerir o município. “Eu sou uma pré-candidata a prefeita de Farroupilha e estou preparadíssima para isso”, finalizou.

OUÇA UM TRECHO DA ENTREVISTA

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!