O prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves, participou ao vivo do programa Panorama desta terça-feira, 7,  e se explicou sobre o prêmio que ganhou durante a marcha dos prefeitos, que ocorreu em Brasília, entre os dias 21 e 24 de maio. 

O tema veio à tona após a veiculação de uma reportagem divulgada na RBS TV, onde mostra que o Ministério Público do RS está investigando políticos por terem utilizado dinheiro público para receberem as homenagens. O único prefeito gaúcho à receber a condecoração da empresa pernambucana, União Brasileira de Divulgação, foi o de Farroupilha. Na reportagem apresentada em rede nacional o certificado foi entregue a um jumento chamado Precioso.

Na entrevista para a Spaço FM, Claiton, alegou que pagou o prêmio com o seu próprio dinheiro e que as diárias foram utilizadas para a Marcha dos Prefeitos, e em um período de folga do evento recebeu o certificado. “Não foi cumprido com dinheiro público, foi durante a Marcha dos Prefeitos em Brasília”, explicou.  A homenagem custou cerca de R$ 1,5 mil.

Ainda Claiton comentou que sua vida pessoal só diz respeito a ele. “Estas questões todas pessoais, se eu saio para beber, se eu saio para fazer festa, se eu saio para ir jantar fora com os amigos, etc, as minhas custas, isso é um problema meu, mas o grupo RBS precisava dar peso a sua matéria e buscou alguém que pudesse dar esse peso”, opinou. O prefeito criticou a forma em que a reportagem foi divulgada em rede nacional. “Não vou ficar discutindo o editorial, nem a vocação do grupo de televisão que fez isso”, comentou.

Claiton também enfatizou que está com a consciência tranquila sobre o que foi divulgado. “Eu vejo como uma matéria sensacionalista, enfim, eu não tenho assim nenhum tipo de preocupação em relação a isso”, declarou.

Mesmo sem receio o prefeito assumiu a falha por não ter verificado a veracidade da premiação. “Nós poderíamos considerar isso tudo como uma barbeiragem política minha, uma barbeiragem política, foi uma barbeiragem política, na verdade eu não sabia que lá estava o grupo tal, o repórter tal escondido no meio do povo”, comentou.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!